A ESTRELA DE DAVI

A intenção deste estudo não é condenar as pessoas, mas alerta-las em sua fé e analisar objetivamente este emblema hoje inserido dentro das igrejas evangélicas e espaços religiosos mas também esotericamente associados com a MAGIA NEGRA e ao antigo paganismo e o velho testamento do qual foi abolido por Cristo segundo alerta o apóstolo Paulo em 2 Coríntios 3:14 .

O príncipe deste mundo citado em (João 14:30~31) com sua artimanha busca seguidores para a adoração a ele, o reino do maligno sabe que usando o simbolismo e a melhor maneira de manipular a mente humana e ganhar adoradores,  neste estudo vamos falar sobre a estrela de seis pontas:

A origem e história desta estrela de seis pontas (hexagrama) e seu misterioso vínculo com a humanidade vem desde os tempos do Egito e esta estrela é também utilizada em magia, ocultismo, feitiçaria e astrologia, esta estrela se tornou um modismo em igrejas evangélicas e foi encontrada na cena de tantos crimes que a polícia da Califórnia emitiu uma diretriz para todas as escolas alertando as crianças para serem cautelosas com este símbolo. Vamos fazer uma analise das revelações do Evangelho de Cristo e a estrela de seis pontas, que muitos chamam de estrela de David, o Escudo de David ou Magen David:

”Odeio, desprezo as vossas festas…Sim, levastes Sicute, vosso rei, Quium, vossa imagem, e o vosso deus-estrela, que fizestes para vós mesmos.” Amós 5:21,26

Neste texto de Amos existe a revelação sobre o deus-estrela que é uma referencia a moloque ao qual os amonitas, uma etnia de Canaã (povos presentes na península arábica e na região do Oriente Médio), sacrificavam seus recém-nascidos, jogando-os em uma fogueira. Também é o nome de um demônio.

 

moloch

 

Evidências arqueológica datam o início da civilização suméria em meados do quarto milênio a.C. entre 3500 e 3000 . Aqui; uma tábua  com escrita suméria já continha o hexagrama. Uma nítida representação do Sol (deus sol, Rá; para os Egípcios).

 

Placa Suméria

 

“O que é um símbolo mágico? O verdadeiro símbolo mágico é uma imagem que esconde um significado interior, este significado normalmente é cuidadosamente escondido por trás de uma forma que a maioria das pessoas pensa que pode entender imediatamente”. (Frederick Goodman, Livro: Símbolos Mágicos, pág. 6.)

O “GRANDE SELO MAÇÔNICO” é um emblema que exemplifica, tipicamente, essa “linguagem secreta” de comunicação. Ele encontra-se estampado em todas as cédulas de um dólar, até o momento, a unidade básica da moeda mais poderosa do mundo.
Ela apresenta este importante EMBLEMA DOS ILLUMINATTI, o “grande selo”, que foi trazido para os Estados Unidos no ano de 1776.

 

img17

 

As figuras a seguir comparam o hexagrama com uma réplica da face posterior de cédula de um dólar. Observe que, à na parte direita da nota emblema a face do emblema em que esta estampada a, assim chamada, “estrela de Davi”, projetando-se sobre um agrupamento de estrelas desenhado acima da cabeça de uma águia.

img20

 

A maçonaria é representada pela mesma estrela em seu simbolismo na mesma imagem de duas pirâmides invertidas.

macon

 

Assim como a estrela de Davi subliminarmente representada por duas pirâmides uma virada para cima e outra virada para baixo, as pirâmides eram as obras dos faraós do Egito e as Escrituras nos revelam que a imagem do faraó tem uma representação com o diabo.

Em Ezequiel temos a revelação: “Assim diz o Senhor DEUS: Eis-me contra ti, ó Faraó, rei do Egito, grande dragão, que pousas no meio dos teus rios, e que dizes: O meu rio é meu, e eu o fiz para mim.” (Ezequiel 29:3).

O Faraó em Ezequiel é chamado de Dragão e no livro de Apocalipse temos revelado que o dragão representa a satanás o próprio diabo: “E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; (Apocalipse 12:7)

E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. Apocalipse 12:9

Satanás foi lançado aqui na terra e foi representado pelo faraó nas escrituras, aquele que escraviza e destroi.

O Rei Davi é considerado o maior assassino bíblico patrocinado por Elohim o deus representado no velho testamento do qual Cristo nos alertou, leia nosso estudo REJEITADO PELOS JUDEUS

Mais do que duas pirâmides a estrela de David também representa o numero da besta e para fortalecer mais ainda este estudo vamos fazer uma analise referente ao número da Besta, 666 e esta estrela de 6 pontas.

A natureza extremamente maligna da dupla pirâmide, formando o hexagrama, selo de Salomão, o Magen David ( Escudo de David ), é comprovada pelo fato de que o símbolo contém o número  666 oculto, o número da besta revelado em Apocalipse 13.  Note-se que existem seis pirâmides ou triângulos incorporados na parte externa do hexágono, que tem seis pontas, e seis linhas que são usadas na construção de dois triângulos do símbolo. Assim, o 6-6-6. Além disso, o símbolo incorpora seis triângulos de três lados cada. Seis vezes três é igual a dezoito (6 X 3 = 18 e 6 + 6 + 6 = 18). Um estudo notável da estrela de seis pontas foi realizada pelo Dr. OJ Graham no livro, The Six Pointed Star(A estrela de seis pontas).

 

Dr. OJ Graham e seu  livro, The Six Pointed Star

estrela-de-davi01

No 6 grau da Maçonaria, o Grau de Secretário Íntimo, o conceito de um triângulo triplo é introduzido, disse ser emblemático dos três maçons que estavam presentes na abertura da primeira Loja de Secretários Íntimos . É ainda afirmado que o rei Salomão foi um dos três presentes. É significativo que, no primeiro livro de Reis na Bíblia, o rei Salomão se rebelou contra Deus e Seus mandamentos e começou a adorar a Deus e Deusa dos pagãos no seu templo . Ele também exigiu dos Sumos Sacerdotes do Templo de Salomão que anualmente prestassem a ele, como tributo, a soma de 666 talentos de ouro.

estrela-de-davi02

Em Apocalipse lemos: “Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.” ( Apocalipse 13:18).

Então aqui é onde fica intrigante: M. Hirsch Goldberg em seu livro A Conexão Judaica afirma: “A Estrela de David não é de origem judaica – e os antigos Israelitas nunca usaram-na como seu símbolo religioso” (eles usavam o Menorah ou Sete Castiçais). Então, por que a estrela de seis pontas se tornou conhecida como a estrela judaica? Este símbolo foi largamente adotado, não porque o povo judeu escolheu, mas ironicamente porque Adolf Hitler forçou todos os judeus a usarem uma estrela amarela de seis pontas durante o holocausto. A palavra holocausto significa oferenda queimada, e a estrela de seis pontas foi usada no passado quando sacrifícios humanos queimados foram oferecidos a Moloch e Astarote na adoração de Baal.

size_590_judeus-nazismo-586x439

Uniforme dado aos judeus presos e sacrificados no holocausto por Adolf Hitler

Os poucos Judeus que tiveram algo a ver com a estrela de seis pontas (hexagrama), mais foram aqueles que estavam envolvidos em práticas ocultas.  Hitler tencionava insultar e destruir os judeus, e sendo enrolados no ocultismo, ele pode ter querido dizer que os judeus eram o seu holocausto pelo poder. Hoje, a maioria dos judeus usam essa estrela por escolha, e sem pensarem ou verificarem sua origem e uso através do tempo. Vestindo a estrela de seis pontas, que se tornou moda em igrejas evangélicas.

O rei Salomão sobre a influencia maligna desta estrela começou a adorar Astarote, a deusa dos sidônios, as abominações dos cananeus.” Percebam que astarote ou Astarte significa exatamente estrela…  A primeira menção da estrela de seis pontas na literatura Israelita foi em Amós 5:26.

Siccuth (Sakkuth) e Chiun (Kaiwan) significa “estrela” e refere-se a Saturno como uma estrela, e era objeto de adoração idólatra, como eles eram considerados deuses assírios. A multidão misturada que saiu do Egito com os filhos de Israel tomou a estrela com eles. Como o obelisco, a estrela de seis pontas foi um ídolo egípcio usado em adoração idólatra. Em 922 aC, quando Salomão casou com a filha de Faraó, ele ficou envolvido em adoração de ídolos egípcios e se introduziu na magia e bruxaria. Salomão construiu um altar para Astarote e Moloch, assim a estrela de seis pontas, o símbolo chefe dos sacrifícios humanos em círculos de magia e bruxaria, veio a ser chamado de Selo de Salomão.

A Idolatria de Salomão a Astarote e Moloch teve como consequência a divisão do Reino de Israel. As práticas que ele introduziu para os filhos de Israel finalmente causou à Casa de Israel ir para o exílio no Cáucaso e a Casa de Judá ir para o cativeiro. Foi Josiah que posteriormente destruiu esse altar proibido onde tinha esculpido esta estrela.

As Escrituras nos revelam que o número 666 esta ligado a Salomão,  (1 Reis 10:14) 666 talentos de ouro eram levados a Salomão cada mês por ninguém menos que o rei de Tiro. Depois de ter lido este relato no livro de 1 Reis, leia Ezequiel Capítulo 28 e perceberá que o rei de Tiro é a representação do próprio satanás logo você também perceberá que satanás foi grande parceiro de Davi e Salomão em  II Samuel 5:11. Quando David foi constituído rei de Israel, na idade de trinta e um anos, Hirão de Tiro enviou mensageiros com madeira de cedro, carpinteiros e pedreiros que edificaram a Davi uma casa e no período do reinado de Salomão, Hirão de Tiro manteve boas relações comerciais com Israel, e, em acordo comercial com Salomão, recebeu várias cidades em troca da provisão de ouro e pela madeira de cedro e cipreste que serviu para a construção do Templo de Salomão, assim sendo o templo de Salomão teve uma bela parceria de satanás.

Esta teia complicada foi tecida, quando Salomão praticou o engano. Rei Salomão deixou muitos artigos que provavam sua primitiva idolatria, como o Espelho do Rei Salomão, Pente do Rei Salomão, e a estrela de seis pontas, que se tornou conhecida como o ”Selo de Salomão ” na feitiçaria e mundo ocultista. Salomão também estabeleceu os fundamentos da Arte (Daniel 8:25), que mais tarde se tornou conhecido como a Maçonaria. E a estrela de seis pontas aparece com destaque nos rituais maçônicos.

Do Egito de Salomão a magia árabe, e feitiçaria e uso pelos druídas, a franco-maçonaria, a Mayer Amschel Bauer, que nas mudanças do século 17, seu nome para descrever a estrela de seis pontas vermelha, que pendurou em sua porta na Alemanha, e, portanto, começou na família de “Rothschild” (significando escudo vermelho). A família Rothschild incorporou esse símbolo em sua Corte de Armas.  A pesquisa traçou a estrela de seis pontas através da Cabala, a astrologia, para Hitler e sua colocação de uma estrela de seis pontas amarela nos judeus durante o holocausto, o símbolo sionista, e finalmente a bandeira do Estado de Israel e mais além.

São informações chocantes a respeito do uso da estrela de seis pontas e seu vínculo assustador com a humanidade. A ”estrela de Davi” na bandeira de Israel, na verdade é a estrela de Salomão, esta estrela é uma chave secreta utilizada para a invocação de demônios na pratica da GOETIA, que é ensinada na primeira parte das Clavículas de Salomão, um grimório do Século XVII. Este primeiro capítulo é conhecido como “Lemegeton Clavicula Salomonis” ou “A Chave Menor de Salomão” e nele são descritos todos os 72 Espíritos Infernais assim como todo o sistema que supostamente havia sido usado pelo rei Salomão.  Estes 72 Espíritos são também conhecidos como daemons (demônios) e, apesar de serem 72 espíritos, há 76 selos de evocações. 4 desses espíritos possuem dois selos, e não apenas 1 como os demais.  o leitor poderá pesquisar sobre magia goetica e tera conhecimento sobre o que estamos abordando aqui,  nós não aprofundaremos neste assunto porque nosso principal objetivo é glorificar a Cristo e não a demônios.

 Claviculas_de_Salomão

Representação do selo de Salomão

Veja este vídeo com mais informações sobre o tema aqui revelado

 

CONCLUSÃO

Este estudo serve apenas para dar uma ideia aos cristãos sobre o ocultismo deste símbolo encontrado em nosso meio, por causa do modismo judaizante que só vem alegrar ao ao príncipe deste mundo, o próprio satanás alertado por Cristo.

Cristo nos alertou sobre os falsos ensinos, heresias e maus costumes e, a partir do seu Evangelho, podemos afirmar o quanto este símbolo é tão falso e idólatra quanto baal.  Ele nos revela de forma simples a natureza das obras das sociedades secretas. O simbolismo tem mensagens diretamente alusivas à Maçonaria, aos Illuminati, ao ocultismo e ao Egito, à vista de todos está a verdadeira filosofia dos dirigentes do nosso mundo. Eles se unem em torno destes símbolos celebrando a chegada de uma iminente Nova Ordem Mundial. Talvez estes amuletos lembrem-nos diariamente como nós somos ignorantes e manipulados pelo príncipe deste mundo, veja nosso estudo A MARCA DA BESTA

Lembre-se dos ensinamentos de Cristo, devemos nos manter limpos da idolatria e dos ídolos do Egito. É melhor para os que são verdadeiramente Cristãos fazerem um estudo profundo das Escrituras e dos ensinamentos de Cristo e se livrarem da idolatria a símbolos que nos remete para o velho testamento.  Este emblema é uma ferramenta de Satanás, indigno de uso pelo povo santo de Cristo.  “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” (1 João 5:21). Este é o desejo do verdadeiro Deus Pai de Yahushua.

 

 

2 opiniões sobre “A ESTRELA DE DAVI

    • 19 de fevereiro de 2016 em 15:15
      Permalink

      Prezada Ana, ficamos felizes por sua visita, podemos enviar o link do nosso site na internet para o e-mail indicado e responder duvidas deixadas aqui. que a graça e a paz de Cristo estejam contigo

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *