A PALAVRA SENHOR

O Profeta Jeremias revelou como profecia:  “Até quando sucederá isso no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que são só profetas do engano do seu próprio coração?  “Os quais cuidam que farão que o meu povo se esqueça do MEU NOME pelos seus sonhos que cada um conta ao seu companheiro, assim como seus pais se esqueceram do MEU NOME por causa de BAAL”-(Senhor).  (Jeremias 23:26, 27).

E foi exatamente isso que aconteceu nos dias de hoje, adulteraram as Escrituras Sagradas e mudaram os Nomes Sagrados de forma genérica dificultando assim o entendimento de quem precisa conhecer quem está atuando no Velho Testamento,  todos nomes foram adulterados para para SENHOR,  mas o que significa a palavra SENHOR?

A palavra Senhor é Blasfema para se dirigir ao Sagrado pois a palavra Senhor significa Baal,

Baal Rafar é um demónio cristão. De acordo com o demonologia cristã, Baal esta classificado como o primeiro e rei principal no inferno, governando sobre o leste. De acordo com alguns autores o Baal é um duque, com as sessenta e seis legiões de demónios sob seu comando. O termo “Baal” é usado em várias maneiras no antigo testamento, com o significado usual do mestre, ou do proprietário. Veio significar às vezes o deus pagão local de um pessoa particular, e ao mesmo tempo todos os ídolos da terra. Igualmente encontra-se em diversos lugares no Baalim plural, ou em Baals (2:11 dos juizes, 10:10). Havia muitas variações, tais como o deus de sol, o deus da fertilidade, e Beelzebuth, ou o “senhor das moscas”.

Durante o período inglês do Puritano, o Baal foi comparado a Satanás ou considerado seu assistente principal. De acordo com Francis Barrett, tem o poder fazer aqueles que o invocam de forma invisível, e para alguns demonologistas, seu poder é mais forte em outubro.

BAAL [Dono; Senhor; Marido] O principal deus da fertilidade em Canaã. O culto a Baal foi uma das piores tentações dos israelitas, desde os tempos antigos (Juizes 2.13; 1Reis 16.31-32). Havia várias formas de Baal, que eram encontradas em diversas cidades, como se pode ver nos três verbetes seguintes. A companheira de Baal era Aserá .
BAAL-BERITE [Senhor da Aliança] BAAL adorado em Siquém (Jz 8.33).
BAAL-PEOR [Senhor da Abertura] BAAL dos moabitas, adorado no monte Peor (Nm 25.1-5; pronuncia-se Peôr).
BAAL-ZEBUBE [Senhor das Moscas] BAAL dos filisteus, adorado na cidade de Ecrom (2Rs 1.2-16; v. BELZEBU).
baal2
BAAL                           &                         ASERÁ
BELZEBU – [Senhor das Moscas] Nome do príncipe dos demônios, que é o próprio Satanás (Mt 12.24). Parece derivar-se de BAAL-ZEBUBE.
ASERÁ – A imagem de Aserá, deusa da fertilidade adorada pelos fenícios e pelos sírios em culto imoral, junto com BAAL, o seu companheiro (Jz 3.7; Is 27.9).
BELZEBU [Senhor das Moscas] Nome do príncipe dos demônios, que é o próprio Satanás (Mt 12.24). Parece derivar-se de BAAL-ZEBUBE.
SENHOR

1) (Propriamente dito: hebr. Adon; gr. Kyrios.) Título de Deus como dono de tudo o que existe, especialmente daqueles que são seus servos ou escravos (Sl 97.5; Rm 14.4-8). No NT, “Senhor” é usado tanto para Deus, o Pai, como para Deus, o Filho, sendo às vezes impossível afirmar com certeza de qual dos dois se está falando.

 

A foto é autoexplicativa, "Senhor" é o mesmo que "Baal".

 

Uma grande parte de lideres religiosos sabe desta verdade mas no entanto não divulgam e se justificam que estas informações, causariam muita confusão na cabeça do fiel e preferem esconder a verdade e continuam permitindo que seus membros prestem cultos e dirijam adorações e louvores a demônios,  proferem palavras blafêmicas ao Santo nome de YAHUSHUA o verdadeiro Messias. Uma grande ilusão de muitos lideres religiosos é que uma mentira é valida em nome da fé, no entanto a verdade mais importante é que Cristo revelou que satanás é o pai da mentira, assim sendo os lideres religiosos mentem aos discípulos desavisados servem a satanás e não a Cristo.

2 opiniões sobre “A PALAVRA SENHOR

  • 20 de abril de 2017 em 05:46
    Permalink

    Por este motivo seriam chamados de anjos, palavra que significa mensageiros, os quais aparecem inumeras vezes nos textos sagrados de religioes judaico-cristas, indicando a comunicabilidade entre vivos e mortos. Ainda segundo o Espiritismo, os anjos, em sua concepcao mais comumente conhecida e aceita – criaturas perfeitas, a servico direto de Deus – seriam os espiritos que ja alcancaram a perfeicao passivel de ser alcancada pelas criaturas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *